Sonitec | diagnóstico médico por imagem


O exame de ultrassonografia, também chamado de ecografia, utiliza ondas sonoras de alta frequência para produzir imagens do interior do corpo, sem o uso de radiação ionizante (raios-X).

Como as imagens são adquiridas em “tempo real”, podem mostrar além das características morfológicas das estruturas, o movimento dos órgãos internos do corpo e o sangue correndo através dos vasos.

É amplamente utilizada na avaliação da gestação, do abdome, da pelve masculina e feminina, de músculos e tendões, do encéfalo de bebês, no estudo das glândulas salivares, da tireóide e outras estruturas do pescoço, do coração e etc..

A limitação do ultrassom é não possibilitar a visão através dos ossos e das estruturas que contêm gás. Por isso, não pode ser utilizado para estudar os pulmões e o interior do tubo digestivo, nem para identificar a maioria das lesões ósseas.

Os avanços na tecnologia desse exame incluem o ultrassom tridimensional (3D), que formata os dados da onda sonora nas imagens que mostram um volume (3D). Já o ultrassom em quatro dimensões (4D), é o ultrassom 3D em movimento.

O Doppler é uma técnica especial do ultrassom que avalia os vasos sanguíneos, incluindo as principais artérias e veias do corpo no abdômen, pescoço e membros.

O ultrassom é também amplamente utilizado para guiar procedimentos como punções e biópsias, permitindo a coleta precisa de fragmentos de tecidos ou líquidos corporais.